DIY de primeira viagem: Terrário #01

Quem me acompanha no insta @depositodrops já deve ter visto que essa semana andei ariscando alguns DIY da moda decorativa :). Pois é, eu não sou exatamente uma pessoa com muitas aptidões para coisas feita a mão mas tem muita coisa legal na internet que eu queria tentar fazer para ter na minha casa também...

É bom sair um pouco do virtual e partir pra mão na massa, e foi o que eu fiz essa semana, ainda não concluí todos os projetinhos e vou contando aqui, como um diário diy as minhas impressões sobre fazer acontecer os projetinhos faça-você-mesmo do momento.

Eu comecei com um diy para reaproveitar vidrinhos, apesar de ter um medinho de reaproveitar essas coisas e ficar brega (já viu esse tumblr É Sustentável, mas é Horrível? que pavor né) acho que tem coisas que podem ficar legais, e se você tem dúvidas também cola no blog Joia de Casa, lá as meninas (que eu cruzei rapidinho num workshop) ensinam projetos lindos e de bom gosto, explicam direitinho o que é supraciclagem, o famoso upcycling e você vai ficar com coragem para tentar aí na sua casa também.

Eu comecei fazendo terrário, tem como não se apaixonar por mini jardins em potinhos? Difícil :P. E depois de muito pesquisar eu resolvi que iria fazer em garrafas... porque não tem nada muito bonito que a gente consegue fazer para reutilizar garrafas (só vejo uns vasos duvidosos por aí e achei que transformar elas em terrários era uma boa ideia.

Para começar a gente tem que tirar os rótulos dos vidros, eu deixei de molho na água e os rótulos que não se soltaram sozinhos tirei com uma espátula e finalizei passando uma palha de aço para tirar o resto de cola... é chatinho mas muito possível.

Para planejar que plantas comprar e como montar o terrário pesquisei vários sites e o tutorial que eu mais gostei foi esse vídeo aqui.

Apesar do vídeo explicar como fazer um terrário fechado eu fiz a opção aberta porque utilizei suculentas, cactos e peguei algumas mudinhas dos vasos da minha mãe também. Como fiz em vidros pequenos a terra do próprio vasinho foi suficiente, mas para fazer em um vidro maior seria preciso completar com mais terra. Como tive a "brilhante" ideia de fazer em garrafas (=boca estreita) as plantinhas sofreram um pouco na hora de entrar por menor que elas fossem, e também é bem mais difícil arrumar a terra, as plantas e as pedrinhas de acabamento dentro do vidro (#fikaadika faz num recipiente com abertura maior/ fui enganada pelo pinterest rs).

Bom, agora eu estou esperando para ver se as plantinhas que sofreram na montagem vão sobreviver no terrário. Mas eu curti o resultado final achei super fofo, (ainda quero fazer um acabamento na borda dos vidros). Também não foi caro para fazer, gastei menos de 20 reais com plantinhas e pedriscos numa floricultura lá de Socorro, no interior e fiz tudo em uma tarde de domingo. Claro que são terrários pequenininhos e modestos, mas mesmo que invista em um modelo maior comprando um recipiente próprio e com mais plantas não é nenhum absurdo financeiro ter seu próprio terrário e também não é um bicho de sete cabeças para fazer sozinho.

E aí, animou para fazer o seu?

Até o próximo post!