Como escolher o sofá perfeito

Alguns meses atrás eu estava a procura de um novo sofá para minha sala. Eu moro em apartamento pequeno e a sala é para tudo, jantar, estar, tv e fitness também rs. E nessa busca aprendi algumas lições valiosas, com coisas que devemos levar em conta na escolha da peça protagonista das nossas salas.

1: O sofá é para qual ambiente?
Antes de qualquer coisa precisamos definir à medida que o sofá deve ter, por isso faça um levantamento das medidas da sala onde ele vai ficar localizado. É importante deixar uma circulação entre 40cm e 60cm  de distancia de uma mesa de centro ou pufe e para circulação lateral o mínimo é 70cm.

Com medidas definidas hora de definir que modelo é o ideal, se você tiver a sorte de morar em uma residência que tenha sala de tv e sala de estar separadas seus problemas estão praticamente resolvidos, porque sofá bom para ver tv é aquele que a gente pode se esparramar, o mais confortável possível. Já para sala de estar é melhor um modelo mais reto e arrumadinho para não intimidar as visitas com posições muito relaxadas na hora de sentar. Agora se seu espaço é misto (como o meu) achar um meio termo pode ser difícil, reuni algumas imagens do pinterest com ideias para cada uma das 3 situações, mas já adianto, escolha a prioridade da sua sala, é para relaxar escolha modelos confortáveis e equilibre com poltronas mais formais, se a prioridade for receber então já sabe modelos mais formais.

2: Como decidir o tecido?
De todos os modelos que experimentei na peregrinação atrás do sofá perfeito, os mais macios e confortáveis foram os de couro, seguidos pelos de sarja e linho naturais e depois suede. O meu modelo do momento era couro ecológico, pode ter um nome bonito para o planeta, mas ficou totalmente estragado. Sei que as propriedades do couro natural são diferentes, mas só de lembrar o calor que passamos no sofá "ecológico" me desanimou um pouco rs. Os meus tecidos preferidos são linho ou sarja, pois o conforto é ótimo tanto no toque, quanto térmico, porém a limpeza é mais difícil, sugiro que os tecidos sejam pré encolhidos e com capa removível para lavar com mais facilidade. Os mais duráveis são de couro e couro ecológico, mas tem a questão do calor. O suede se parece com camurça e tem o toque bem agradável também, bom para climas amenos. 
Quanto a cores vai muito do gosto de cada um, manter o equilíbrio é a chave, sofás neutros pedem complementos mais expressivos e sofás coloridos pedem complementos neutros.

3: Experimente!
Você pode começar sua pesquisa online mas para decidir vá e faça o “test drive” nas lojas que tem os modelos que te agradam. As vezes um sofá lindo na foto pode ser meio duro ou o contrário, você acha que vai ser muito formal e ele pode te acolher bem para ver tv também. Pergunte para amigos se eles tem alguma sugestão, alguém que já testou um modelo por meses pode ter grandes dicas.

Importante: eu ainda estou procurado o meu sofá novo, o preferido tinha a profundidade maior do que ficaria compatível com a minha sala :( aí paramos as buscas para retomar este ano. Atente para essa medida também, a largura é importante mas se a profundidade do sofá não tiver uma boa proporção para a sala pode ficar bem estranho e apertado.

Importante 2: Se você já tem um sofá bacana mas que está precisando de um upgrade, pode fazer uma capa ou mandar reformar. Um tapeceiro pode te dizer se vale a pena aproveitar a estrutura, trocando espumas e tecido e ganhando um sofá novo com menor esforço.

Me conta se as dicas ajudaram! Até a próxima!