Eldorado

Já havia visitado Ouro Preto, mas numa ocasião não muito peculiar para apreciar arquitetura e paisagem, fui pra lá num carnaval a vários anos, e fiquei me sentindo um pouquinho culpada rs como assim estudo arquitetura e não entrei em uma única igreja? E como assim não registrei a beleza de seu casario centenário tão importante para a história do Brasil?

Pois é, pagando a dívida comigo mesma retornei a bela cidade, para apreciar devidamente sua história e estilo barroco, andando pelas ruelas e ladeiras de pedra é quase como voltar no tempo.

Infelizmente poucas igrejas estão bem conservadas, não entramos em todas por falta de tempo, paciência e porque quase todas cobram e não é pechincha não, quase sempre 10 reais, e ainda ouvimos uma história que as paróquias não investem esse dinheiro das visitas para manter as igrejas, deixam elas lá quase caindo, e quando não dá mais a iniciativa privada oferece subsídio para o restauro, e para onde vai essa grana das visitas?... se for verdade é muito triste.

E não existe apenas as belezas barrocas tem também uma natureza muito bonita.

Também visitamos uma mina de extração de ouro... muito triste a história dos escravos, principalmente dos que trabalhavam nas minas, e totalmente claustrofóbico que nem consegui tirar fotos, mas apesar dos aspectos negativos, vale muito a visita, oportunidade única de conhecer uma parte da história do Brasil.

Finalmente conheci ao vivo a arquitetura Barroca e as obras impressionantes do Aleijadinho e Ataíde. E assim termina a viagem em Minas.