Trend Alert: Plantas Diferentonas

As plantinhas passaram muitos anos sendo subestimadas na decor, só valiam na varanda, nos outros cômodos eram démodé (pardon my french :D). Mas ninguém é de ferro e um verdinho espalhado pela casa traz um bem estar sem tamanho. Nossas almas urbanas se cansaram do concreto e decidiram ouvir o chamado da natureza! E colocar plantinhas e hortinhas nas nossas casas e apartamentos virou item de primeira necessidade. Aí a criatividade rolou e rola solta, com plantas de tamanhos e espécies diversas e com vários jeitos de expor nossa coleção botânica. Vale pedestal, cachepôs incrementados, macramê, terrário, de costela de adão a bonsai, tudo isso você talvez já esteja cansado de ver por aí... E é aí que começou uma exploração ao mundo das maravilhosas plantas diferentonas.

Você já deve ter visto no pinterest uma tal air plant? É uma plantinha que não precisa de terra (oi?), se até seus cactos morrem essa aqui não vai ter erro. Brincadeiras a parte, as Tillandisias não são muito comuns no Brasil, mas algumas floriculturas moderninhas já tem para vender. Os cuidados com elas são simples, manter num local claro mas longe do sol direto e borrifar água na raiz aproximadamente 3x na semana.

A próxima da nossa lista, não é uma espécie de planta mas sim uma técnica japonesa que permite que as plantas não precisem de vasos, a Kokedama. Essa técnica foi desenvolvida no Japão para que as pessoas pudessem cultivar bonsai sem precisar investir uma grana no vaso. Terra e musgo formam uma bolinha para acomodar as raízes. Fica lindo, delicado e pode ficar suspenso no ar também, um charme. A rega deve ser feita por submersão 1 vez na semana.

O jardim aquático também tem sua vez no quesito diferentão, vasos de vidro exuberantes, que podemos admirar planta e raíz, tudo lá, aparente para abrilhantar nossa coleção botânica. Algumas espécies da terra vivem bem cultivadas apenas na água e tem também as plantinhas 100% aquáticas.

Das espécies aquáticas a mais exótica é uma planta de clima frio chamada Marimo. Os japoneses adoram esta plantinha e cuidam como se fosse pet. Descobertas em lagos em países de clima frio como Islândia, Escócia, Japão e Estônia, essas plantinhas gostam de água bem fresca e pouca luz. Precisam do movimento de ondas para se manter redondinhas. Uma fofura!

O que você achou das plantinhas diferentonas? Já está querendo muito algumas delas no seu jardim interno? Eu confesso que já estou planejando um upgrade paisagístico aqui na minha casa!

Até o próximo post!

Para Amar o Trabalho #29

Retomando a série de posts #paraamarotrabalho com uma sugestão para organizar.

Que tal apostar nas estantes de aço?

Com preço acessível, esse modelo de estante é bem neutro com uma pegada industrial que a gente adora (neah!). Ainda é bem resistente e aguenta numa boa aquela coleção de livros capa dura que você guarda com carinho e fica um charme em exposição,  fazendo a memória afetiva lembrar das estantes da biblioteca da escola que você estudou anos atrás. Comporta também caixas organizadoras e objetos estilosos, tudo para deixar seu escritório prático/estiloso com jeito de linha de produção (alô prazos de entrega rs) com tudo a mão, fácil de pegar, fácil de guardar e de quebra diferentão. As estantes de aço sempre foram renegadas a depósitos e espaços menos glamourosos mas com a decor industrial em alta elas foram resgatadas do anonimato e podem ter um uso mais presente no seu espaço de trabalho. Ah e se você não for muito fã de cinza pode fazer um diy e pintar de cores mais vibrantes que combinem melhor com seu gosto!

Uma ótima semana para você e até o próximo post!

Tem que ser bonita

Que me perdoem os práticos mas uma casa bonita é essencial. Não me leve a mal nem me ache fútil, afinal sou arquiteta e pensar a estética dos ambientes faz parte da minha profissão. Mas a beleza a que me refiro tem a ver com a felicidade que ela proporciona. Gosto muito de um livro chamado a Arquitetura da Felicidade, escrito pelo filósofo Allain de Bottom, lá, dentre várias coisas ele explica o porquê nossas casas devem ser belas. Cada um de nós tem uma referência de beleza e quando temos essa sensação dentro das nossas casas, que estamos em um local bonito, sentimos que vivemos bem e isso melhora nossa qualidade de vida.

Bom se você é cético e pragmático já te dei um ótimo argumento para cuidar da casa, quem hoje não quer ter uma vida com mais qualidade? E veja bem, não é nenhum bicho de sete cabeças se envolver um pouquinho com a aparência da sua casa, para que a felicidade se instale por aí. Você pode começar com detalhes. Ninguém está falando em ter uma casa com cara de showroom, ou com objetos caros, nada disso tem a ver com padrões ou elitismo, mas sim com personalidade e um pouquinho de mão na massa.

Dá um chega pra lá no arranjo sem graça de cima da mesa, passeie algumas horas no Pinterest para se inspirar, resgate e ressignifique aqueles objetos queridos mas que estão subaproveitados. Ponha seu lado criativo para trabalhar e um pouco da sua alma nos móveis, objetos e jeito de organizar. Pense no potencial de alegria que você pode explorar na sua casa colocando pra jogo aquele souvenir de viagem, ou uma caixinha herança da avó, ou mesmo algo novo da lojinha da esquina que alegra seus olhos e seu coração tanto quanto aquela peça de designer famoso que você economizou pra ter.

Casa deve ter mais que apenas o básico confortável, tem que vibrar a vida de quem nela vive!

Até o próximo post!

Feliz Ano Novo

Pois é, dizem que ano só começa depois do carnaval, e cá estamos novamente de volta aos trabalhos no Depósito Drops. "Estiquei" minhas férias aqui no blog até o carnaval por conta de trabalhos fora do mundo virtual, vida pessoal e profissional estavam exigindo uma dedicação especial fora das redes e fiz mais uma pausa virtual nesses meses do início do ano.

Não sei extamente quem pensou nisso, mas li esses dias algo sobre a invenção do calendário, a cada segunda-feira, a cada dia 1º, a cada novo ano, temos a ilusão, e porque não a oportunidade de recomeçar e não apenas seguir como uma continuidade. E como se não fossem já oportunidades suficientes ainda inventamos mais essa, que o ano só começa após o carnaval, nos dando uma brecha para tomar um fôlego antes de recomeçar.

Bom seja bem vindo novamente. Espero que você curta os conteúdos que estou preparando, e que você aproveite esta oportunidade de recomeço para cuidar da sua casa também com as dicas do Depósito Drops.

Até o próximo post!

Greenery: mais que uma cor, uma atitude!

Se você curte o mundo do design já sabe que todo dezembro a Pantone anuncia a cor do ano, e você já deve ter visto que a cor do próximo ano é a Greenery (está em todos os sites). Mais que uma regra a ser seguida, a cor do ano é uma escolha simbólica de um humor e atitude que a Pantone observa surgir no mundo, e vamos combinar que é uma escolha certeira.

Segundo a Pantone:
"Greenery é um tom fresco, moderno, amarelo-esverdeado, que evoca os primeiros dias da primavera, quando os verdes da natureza revivem, restauram e se renovam. Lembrando folhagens novas e a exuberância da vida ao ar livre, os atributos positivos de Greenery se refletem nos consumidores aumentando a vontade de respirar profundamente, oxigenando e revigorando.

Greenery é uma cor natural e neutra. Quanto mais envolvidas as pessoas estiverem na vida moderna, maior será o seu desejo inato de mergulhar na beleza física e na unicidade inerente do mundo natural. Esta mudança se reflete na proliferação das expressões de Greenery na vida cotidiana, seja através do planejamento urbano, da arquitetura, do estilo de vida e de vários exemplos globais em termos de design. Uma cor constante nos bastidores, agora Greenery está sendo chamada para o palco - hoje já é uma tonalidade omnipresente em todo o mundo.

Uma cor que re-afirma a vida, Greenery também é emblemática na nossa busca pelas paixões pessoais e nossa vitalidade."

Confesso que esse verde muito aberto com bastante amarelo na composição me fez torcer o nariz, mas como a própria Pantone define que não é exatamente a cor e sim a atitude, tudo fez mais sentido e eu curti muito esta escolha, porque vamos combinar, já está mais que na hora de revermos nossa cultura, tudo está saturado e precisamos de um começo fresco, mais sustentável e saudável.

Aproveitando esta onda verde, em que vejo o mundo querer surfar, resolvi unir o útil ao agradável e compartilho com você 3 links para uma vida mais greenery em 2017.

Em 2016 eu tentei mudar hábitos e condicionamentos e falhei copiosamente, todos os meus esforços se perderam e eu me encontro com a mesma vida saturada e nada saudável e sustentável de 2015. Mas eu não quero mais falhar em 2017 e se você está no mesmo barco que eu vamos lá:

São Paulo Saudável

Este é um site incrível (especialmente para quem mora em Sampa) que nos mostra como é possível ser saudável em São Paulo. Eles compartilham dicas de restaurantes, compras de orgânicos, onde se exercitar, tem eventos fitness e dicas de oficinas para uma vida mais saudável! Um ótimo "guia das pedras" para quem quer ter uma vida melhor em 2017.

Um ano sem lixo

Um ano sem lixo começou com o desafio pessoal da designer Cristal Muniz de reduzir o lixo que ela produzia a praticamente zero, ela se inspirou na Laura, do site Trash is for Tossers, e registrou todo o processo em seu blog, compartilhando suas experiências e dicas para ajudar outras pessoas a embarcarem na mesma missão. Ela já até participou do TEDx (olha a relevância!). As dicas são ótimas e além de diminuir o lixo e contribuir com a saúde do planeta, a vida cotidiana fica mais saudável também, com certeza!

Viver bem, Viver zen

A loja Viver Bem, Viver Zen faz uma curadoria de produtos preciosa, eles trabalham com produtos naturais, orgânicos e veganos de produtores do bem. Tudo escolhido a dedo para que a gente possa zelar pela nossa saúde e também a de todos os envolvidos no processo, desde a fabricação até o usuário. Até para os pets tem produtos do bem!

Esses 3 links são um ótimo empurrãozinho para uma vida melhor em 2017.

Esse é o desejo aqui do Depósito Drops para você, que 2017 seja um ano saudável, leve e sustentável. Que a abundância e a prosperidade se manifestem na sua vida!

Encerro 2016 no blog com esse post, nos vemos em 2017!

Para Amar o Trabalho #28

Faz algumas segundas-feiras que não nos encontramos aqui, pois hoje volto com inspirações para amolecer a dureza desse dia tão temido na semana..

O espaço gracioso de hoje é uma joalheria em Boston, a M Flynn Jewelry. Um espaço para trabalhar, criar e as vezes receber clientes, muito doce e delicado, tudo para suavizar a rotina intensa de trabalho e problemas que as vezes nos vemos envolvidos no dia a dia. 

Uma graça, neah? As peças em cinza dão uma equilibrada na fofura e glamour do rosa com dourado, tudo na medida certa.

Retomou o fôlego? Vamos lá!

Até o próximo post!

Fonte das imagens: aqui.